“O Tigre Branco” por Aravind Adiga

tigre_branco_com1

Terminei há uns dias “O Tigre Branco” de Aravind Adiga e devo dizer que tudo o que é dito sobre esta obra é verdade. Para quem o lê é difícil imaginar que este é o primeiro romance do autor, tal a maturidade da escrita, a consistência da história e o desencadeamento dos acontecimentos.

A narração é feita na primeira pessoa, através do próprio “Tigre Branco”, numa conversa fictícia com o primeiro-ministro chinês de visita à Índia. A história que conta desenrola-se desde a sua infância numa das zonas mais pobres da Índia, até ao seu estabelecimento como empresário de sucesso em Bombaim. No entanto, esta não é uma história cor de rosa e romanceada, nem a Índia que nos é dada a conhecer é aquela que idealizamos nos cartazes turísticos das agencias de viagem. Este livro desnuda a realidade indiana, escondida por detrás dos panos da modernidade. Uma Índia que vive e se governa com base da exploração de uma grande fatia da população, encurralada num sistema que os aprisiona num “galinheiro” do qual é impossível escapar. E isto tudo não por falta de oportunidades mas sim porque neste país a pobreza, mais que física, é mental. As pessoas são mantidas na ignorância, sujeitando-se a regras cruéis e é este processo que torna este país no mais actual caso de sucesso tecnológico e de empreendorismo.

A escrita de Aravind Adiga é simples e fluida, cheia de ironia e com laivos de um humor negro como as águas contaminadas da Mãe Ganges. È um livro que nos faz repensar a Índia mas também todo o mundo ocidental civilizado.

Um livro sem dúvida a não perder.

Anúncios

13 comentários

  1. Abril 27, 2009 às 8:32 pm

    Gostei de ler o teu comentário. Já comprei o livro, ainda não o li, mas sei que vou “rever” aquilo que vi ao vivo, quando visitei a Índia. Engraçado, que hoje também “postei” sobre a Índia 🙂

    • tanialucas said,

      Maio 31, 2009 às 6:50 pm

      Infelizmente não posso comparar o retrato que Aravind Adiga nos faz da India com a realidade uma vez que nunca tive a oportunidade de vistar este país. Por isso vou ficar à espera de um post da Moura Aveirense sobre o livro para saber se Adiga estava certo ou não 😛

      Abraços
      Tãnia Lucas

  2. Bia said,

    Maio 6, 2009 às 12:03 pm

    É muito bom ler um livro que gostamos, não é mesmo? Recentemente eu também tenho tido boas surpresas nos livros que tenho escolhido para ler!

    Parabéns pelo blog!
    Quando puder, me faça uma visita!

    Até mais

    Bia – Livros de Bia

    • tanialucas said,

      Maio 31, 2009 às 6:55 pm

      Obrigada pela visita e parabens também por teres criado um blog sobre livros!

      Abraços
      Tânia Lucas

  3. Lights said,

    Maio 17, 2009 às 4:56 pm

    Parabens pelo post. É bom vermos sites (e bons!) sobre livros e sobre livros que gostamos.
    O Tigre Branco e a Estrada são exemplo.
    Adicionei o link ao meu site.
    Até à próxima visita 🙂
    Lights!

    • tanialucas said,

      Maio 31, 2009 às 1:48 pm

      Obrigada por adicionares-me ao teu site. Fico também feliz por partilharmos a mesma opinião em relação a esses dois grandes livros!

      Abraços
      Tânia Lucas

  4. Joana Pinto said,

    Maio 20, 2009 às 2:33 pm

    Também gostei muito deste post sobre “O Tigre Branco”. Tenho, aliás, lido boas críticas, mas falha-me tempo para o ler…
    Ainda assim,e para terminar, acredito em todos os aplausos a este livro, pois nunca acreditei em folhetins turísticos tão bem pintadinhos…A visita a um país nunca se pode limitar a uma praia ou a um templo de postal.

    • tanialucas said,

      Maio 31, 2009 às 1:47 pm

      Falta de tempo não é um problema para este livro porque acredita, quando pegares não vais conseguir largar. Eu devo dizer que sempre fui um bocadinho crédula em relação àquela ideia romântica da India… Mas também concordo que os paises merecem mais do que visitas a cliches turisticos…

      Abraços
      Tânia Lucas

  5. Iceman said,

    Maio 22, 2009 às 9:12 am

    Viva.

    Este foi uma das minha aquisições na recente Feira do Livro de Lisboa.

    Provavelmente vai ser a minha próxima leitura.

    Boa opinião!

    • tanialucas said,

      Maio 31, 2009 às 1:41 pm

      Foi uma excelente escolha. Espero que gostes tanto como eu…

      Abraços
      Tânia Lucas

  6. Joana Pinto said,

    Junho 8, 2009 às 2:52 pm

    Gostei muito de ler esta crítica e parece-me, cada vez mais, que a Índia não é de todo aquele lugar idílico e místico que nos retratam…É bem mais negra…

    • tanialucas said,

      Junho 17, 2009 às 6:49 pm

      Pois, realmente, a verdadeira Índia está bastante longe dos nossos sonhos… Esperemos que nos próximos tempos, também eles consigam apanhar o comboio do desenvolvimento sustentável e transformem-se no país que merecem ser…

      Abraços
      Tânia Lucas

  7. Novembro 11, 2011 às 12:56 pm

    Foi um dos melhores livros que li até hoje. Este escritor promete.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: